Sábado, 14 de Junho de 2008

Rogério Flausino - Atitude de um cidadão amplificado

Rogério Flausino fala sobre o envolvimento do Jota Quest com questões sociais e ambientais


Rogério de Oliveira Oliveira, Rogério Flausino em homenagem ao avô, disse que “Vivemos esperando dias melhores para sempre”, enquanto tantos esperam ele foi lá e fez. Saiu de Alfenas, cidade pequena no Sul de Minas, mas levou com ele valores que se refletiram na carreira e na música do Jota Quest. Escolheu como segunda “terra natal”a cidade de Belo Horizonte, onde recebeu a equipe do REAÇÃO NATURAL no Parque das Mangabeiras para falar sobre as responsabilidades de ser um cidadão amplificado.

Podemos afirmar que o Jota Quest é a banda mais sócio-ambientalmente engajada do Brasil. Só para citar algumas ações, os meninos, desde o segundo CD “De Volta ao Planeta” que saiu em maio de 1998, já faziam na música de trabalho uma crítica social ao desemprego no Brasil. Deste disco foram 750 mil cópias vendidas e mais de 260 shows por todo país, incluindo o primeiro show movido a energia solar da América Latina. Em 2000, a banda parte para uma nova direção com a gravação do ecológico e experimental “Oxigênio”. Lançado sob uma atmosfera conturbada e atrelado a uma campanha de marketing com a companhia “Coca-Cola” na América Latina, o álbum ganhou “Disco de Platina”, mas não foi bem recebido pela crítica.

A canção “Oxigênio” que abria o CD teve os direitos autorais doados ao Greenpeace. “Mesmo com a fumaça, dá para ver a incessante sinfonia da floresta, respirando pelo mundo e vendo tudo acontecer. É a minha poesia simples, falei desse jeito”,comenta Rogério Flausino um pouco indignado na ocasião do lançamento da turnê Oxigênio, que mesmo tendo um sentido sócio-ambiental virou piada na boca de alguns comediantes como Jô Soares e Chico Anysio. “Eu já vi o Chico Anysio tirando onda disso no Jô, e os dois riram muito disso, sabe como é que é? Pô, eu tô fazendo papel de bobo? Então é engraçado, porque os caras são e ficam falando que você quer salvar o Mico de não sei o quê!”, comenta explicando que quando o artista adere a uma causasócio-ambiental é simbólico, para mobilizar outras pessoas.

Rogério fala que a banda não tem a intenção de ser totalmente voltada para estas questões, mas tenta fazer sua parte aliada a diversão. “A gente não pode ficar brincando com as paradas, mas também não pode ser carrancudo, eu acho que isso é de cada um, é de todo dia.”

Durante a turnê do segundo CD, ‘De Volta ao Planeta’, o Jota Quest conheceu o Centro de Captação de Energia Eólica, em Fortaleza (CE), onde depois do lançamento de ‘Oxigênio’ a banda conseguiu viabilizar a gravação do clipe da música de trabalho ‘Dias Melhores’. Rogério diz que gostou do resultado, mas o que importou foi a possibilidade de divulgar esse tipo de energia que é limpa e não polui o planeta.


Sem apoio da Mídia


 

Rogério lembra que quando o Jota Quest começou a aparecer, a ganhar mídia, a ter espaço, a banda começou a ser procurada para apoiar algumas instituições. “Abraçamos de imediato. Quando nós conhecemos a galera do Greenpeace por exemplo, a gente estava no programa do Luciano Huck, logo no comecinho da banda. Eles perguntaram se a gente podia colocar a camiseta e tal, e pô na hora, me dá aqui, a gente começou a ter uma relação e desde então sempre que tem uma campanha nova, eles nos procuram. Cada encontro com eles é um aprendizado fantástico.” Em 1998, o Greenpeace, em parceria com a Universidade de Santa Catarina (Laboratório de Energia Solar – Labsolar), baseado em algumas pesquisas existentes na Austrália e na Europa, criou o projeto Brasil Solar, para popularizar a energia limpa e renovável que vem do sol. “Achamos a idéia sensacional e realizamos, em Florianópolis, o primeiro show na América Latina movido 100% a energia solar. Apesar de pouca divulgação,o evento contou com a participação de bandas da região e com um público de 25 mil pessoas. Se as pessoas já soubessem da crise energética na época, talvez não estaríamos passando pelo racionamento e a escassez da água”, comenta Rogério concordando que o pioneirismo da banda em envolvimento com ações sócio-ambientais no Brasil, na época, não foi compreendido e tampouco incentivado pela mídia.

 “Pra você ver como as coisas são muito loucas, a gente mandou release desse evento para todas as emissoras e todos os jornais que você possa imaginar e a gente não conseguiu nada brother. Nada. A gente conseguiu um apoio local, da RBS local, na ocasião de falar que estava tendo o show.” Logo depois a banda conseguiu uma projeção maior e foi convidada para o quadro Repórter por um Dia, do Fantástico e sugeriu que a pauta fosse uma denúncia em parceria com o Greenpeace sobre a extração ilegal de Mogno da Amazônia. Rogério conta que eles foram para lá fazer a denúncia.Subiram pelo Rio Negro 1h30 de barco onde encontraram um verdadeiro oásis de madeira no Rio. Três mil toras de madeira abandonadas. “Quando você vê um negócio desses você pira. Você fala caralho, que loucura isso, quem foi que fez isso aqui? Um cara desses não pode continuar vivendo entre nós dessa maneira. Então você vai acumulando, e por essas coisas nossa responsabilidade fica cada vez maior.”

Como sentiu a necessidade de espaço para divulgação de questões sócio-ambientais, na época, o Jota chegou a criar o portal Oxigênio, com foco principal no meio ambiente, mas também com preocupação social,apoiando instituições como o primeiro Hospital do Câncer Infantil de Minas Gerais e outras questões relacionadas a doenças como a Aids, além de prestar apoio a portadores de deficiência e localização de pessoas desaparecidas. Infelizmente o portal não está mais no ar, mas a experiência com as ações continuam ajudando nos argumentos para conscientizar muita gente pelo Brasil. A consciência sócio-ambiental do grupo vai para a estrada e durante os shows, quando é possível, Rogério fala de conscientização procurando se informar e citar algum projeto ou alguma beleza natural da região. Mais recentemente, o Jota participou do Live Earth, o evento realizado simultaneamente em sete países e exibido por internet, televisão e rádio, com o objetivo de iniciar uma campanha mundial para combater e encontrar soluções para os inúmeros problemas que se acumulam e prejudicam as condições naturais da Terra.


 

Mídia + Ecologia = Sobrevivência


 

Em parceria com o Greenpeace o Jota Quest ainda fez a campanha dos Transgênicos e desse envolvimento com a ONG surgiu um interesse cada vez maior em saber sobre as questões sociais e ecológicas vivenciadas pelo país. “Têm muita gente que acha que é papo furado. Não bicho, não sei. Não sou eu que me acorrento na proa de um barquinho para parar um transatlântico que tá entrando na Europa com madeira do Brasil, isso aí é que é o trabalho mesmo dos caras, a gente só conta as histórias, alerta a galera, coloca dentro do nosso disco um endereço para que a galera possa se filiar, faz uma música, concede um direito autoral, fica trocando uma idéia aqui” . Rogério diz que o mínimo que se pode fazer quando se tem espaço na mídia é divulgar  assuntos que tenham relevância para a qualidade de vida de todos. Divulgar questões essenciais e vitais. “Eu já ouvi o Yuka falar esses dias que o artista é uma espécie de cidadão amplificado, porque ele tem o espaço. Então é o seguinte: fazer mídia em cima de ecologia, já não é mais mídia, é lutar pela própria sobrevivência”, analisa e completa que como acha importante falar sobre questões sócio-ambientais, isso acaba se refletindo também nas músicas do Jota Quest.
 
“A música Oxigênio foi feita com essa intenção. Eu queria fazer uma música ecológica, muitas pessoas até não entenderam a intenção da música. Eu sou um cara otimista, eu não podia fazer uma música falando que já acabou tudo, que já fodeu tudo, vamos sofrer, vamos esperar o fogo. Não!”, explica e completa que apesar de a base da música parecer uma coisa meio cinza, ela diz que ainda é possível, e que a música ficou tão forte dentro do disco e tão original, diferente, que acabou virando a música de trabalho. “Foi nossa primeira música de trabalho, naquele disco, ela chocou porque veio depois de um disco extremamente pop, é normal, porque na verdade é uma música pop, ela só é um pouco pesada para o que a gente vinha fazendo.” Sobre a questão da desigualdade social ele lembra que é um problema de percepção, de discernir sobre a evolução cultural e questiona quem é realmente selvagem e quem é civilizado. O tema também é discutido indiretamente em ‘De Volta ao Planeta’. “Tá vendo! É exatamente isso que a música fala, mesmo a temática falando a questão do “tá faltando emprego” que também não deixa de ser uma realidade, tem isso. De quando a gente clama de volta ao planeta dos macacos, lá, quer dizer, nós vamos ter que voltar, pra gente aprender a viver tudo de novo e aprender a viver melhor.”

 

vamo lÁ -
Jota QUeSt
Composição: Rogério Flausino /
PJ / Roger Dee
A cidade está crescendo muito rápido
A energia precisa de expansão
Minha cabeça não pára de pensar
Que o mundo precisa de atenção
E você, meu amigo, vai fi car aí parado sem
fazer nada?
e você, meu amigo, não vai dar a sua opinião
Resgate! ao futuro e a verdade
Resgate! ao progresso e a dignidade
Causar impacto, chamar atenção, modifi car,
fazer a gente mesmo
Acrescentar, tornar possível, alcançar o céu
rumo ao infi nito
Vamo lá!! Vamo lá!!
Pra mudar essa situação
Escrever a nossa história
Da origem de tudo até agora nada, nada
escapa da evolução
a solução para os problemas desse mundo é
o que esperam dessa nova geração
E você, meu amigo, vai fi car aí parado sem
fazer nada?
e você, meu amigo, não vai dar a sua opinião
Resgate! ao futuro e a verdade
Resgate! ao progresso e a dignidade
Causar impacto, chamar atenção, modificar,
fazer a gente mesmo
Acrescentar, tornar possível, alcançar o céu
rumo ao infinito
Vamo lá!! Vamo lá!!
Pra mudar essa situação
Escrever a nossa história.

 

Fonte: Reação Natural

publicado por Ana às 21:32

link do post | comentar | favorito

.agenda

21.08.2010

Ribeirão Pires/SP

Parque de Exposições

28.08.2010

Teresina/PI

Arena Show Teresina Shooping

.últ. comentários

Parabens pelos 15 anos e que venha mais 15 ,20 ano...
entra em contato ai, tem uma letra boa aki para vc...
fala ai marcio tulio..lembra de mim lá da target a...
Que homem é esse...???/Esse Guitarrista é perfeita...
Olá, .. voces são d+, não é a toa que é a minha ba...

.mais comentados

.arquivos

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006